Programação

  Compra de ingressos somente em dinheiro, com meia entrada para idosos acima de 60 anos, estudantes e municipários. Abertura da bilheteria 30 minutos antes de cada sessão e fechamento 15 minutos após o início da última sessão. Funcionários da Petrobras e acompanhante têm entrada gratuita, mediante apresentação do crachá. Portadores do cartão Petrobras e acompanhante possuem 50% de desconto, mediante a apresentação do cartão Petrobras.  Todos os filmes exibidos na Cinemateca são legendados em português, quando houver alguma exceção, será ressaltada na divulgação.

                                                                          Confira aqui a programação completa da Cinemateca Capitólio Petrobras.
     

Horários: 14:00h
Sala de Cinema

O Encantador Mês de Maio

R$ 10,00/R$5,00
(Le Joli Mai)
França, 165’ 1963, digital
Direção: Chris Marker, Pierre Lhomme

Paris, maio de 1962. A guerra da Argélia acaba de terminar. Neste primeiro mês de paz após sete anos de conflito, o que pensam os parisienses? Cada um testemunhou a tragédia da sua maneira, com suas angústias, felicidades e esperanças. Pouco a pouco, desenha-se um retrato vivo da França na alvorada nos anos 1960.

leia +
Horários: 17:00h
Sala de Cinema

A Máscara

Entrada Franca
(Het Masker)
Holanda/França, 53’, 1989, digital
Direção: Johan van der Keuken

sessão + debate com Claire Allouche

Enquanto a França festeja o bicentenário da revolução francesa, Phillippe vive em Paris sem domicílio fixo, entre as paradas de metrô e os albergues do Exército da Salvação. Johan van der Keuken mostra em paralelo a vida dos excluídos e as imagens comerciais das celebrações do bicentenário. Entre a rejeição aos estrangeiros e o multiculturalismo, […]

leia +
Horários: 20:00h
Sala de Cinema

CORCINA 1 – O Curta-Metragem e a Revolução Caraíba – Por uma Antropologia Poética da Cidade

R$ 10,00/R$5,00
Nos anos 70 “curta-metragismo” era sinônimo de rebeldia na linguagem e na economia. Tentava-se ocupar o mercado com um cinema na contramão da mercadologia. Trata-se aqui diretamente da Lei do Curta (1977) como a última (e abortada) revolução do cinema brasileiro. Como diz Jairo Ferreira: “já que guerrilhas estão proibidas pelo governo, vejam filmes brasileiros”, ou ainda, “o curta-metragem é território de reserva da revitalização geral”. Nesta sessão há filmes explosivos que apontam para o futuro, revoluindo o presente, e filmes que buscam enxergar o futuro no próprio presente, através de uma antropologia poética da cidade.

CINEMA AÇÃO CURTAMETRALHA Sérgio Péo, 12min, 1978, 35mm, exibição em Full HD Sinopse: Documentário-manifesto em defesa da inclusão do filme brasileiro de curta-metragem no circuito nacional de cinemas, acompanhando cada longa metragem estrangeiro como reserva de mercado (Lei do Curta de 1977). O filme é dedicado à ABD (Associação Brasileira de Documentaristas). CINEMAS FECHADOS Sérgio […]

leia +
Horários: 21:00h
Sala de Cinema

CORCINA 2 – Abertura e Crise – Entre o Cíclico e o Paradoxal

R$ 10,00/R$5,00
A abertura política (1978-1985) caracteriza-se por um período de revisão histórica, onde por vezes salta uma concepção cíclica do tempo. Por outro lado, a crise dos anos 80 engendra um verdadeiro desamparo econômico e existencial, lançando-nos em temporalidades paradoxais. Trata-se aqui de um misto de esperança, angústia e ironia diante de um mundo que libera-se dos entraves da ditadura e que, ao mesmo tempo, lança a população na crise econômica dos anos 80.

FÊNIX Sylvio Da-Rin, 10min, 1980, 35mm, exibição em 35mm Sinopse: Homenagem aos velhos e novos guerreiros que povoam a cena política e cultural brasileira entre o movimento militar de 1964 e a decretação do Ato Institucional 5, em fins de 1968. Narrado pelos próprios personagens, em formato de cine-almanaque, o filme desfia imagens e sons […]

leia +