Programação

    A compra de ingressos é realizada somente em dinheiro, com meia entrada para idosos acima de 60 anos, estudantes e municipários. A abertura da bilheteria acontece 30 minutos antes de cada sessão e o fechamento 15 minutos após o início da sessão.  Todos os filmes exibidos na Cinemateca são legendados em português, quando houver alguma exceção, será ressaltada na divulgação.

                                                                          Confira aqui a programação completa da Cinemateca Capitólio.
     

Horários: 14:00h
Sala de Cinema

Crime no Carro Dormitório

Compartiment Tueurs
França, 1965, 95 minutos, HD
Direção: Constantin Costa-Gavras

R$10,00/R$5,00

O cadáver fresco de uma mulher é encontrado em um vagão de trem assim que ele chega em Paris, levando um policial a reter os viajantes dentro do veículo até a resolução do crime.

leia +
Horários: 16:00h
Sala de Cinema

Sessão Vagalume: O Circo

The Circus (R$ 10,00)
Estados Unidos, 1928, 78 minutos
Direção: Charlie Chaplin

Um batedor de carteiras está agindo em meio a multidão. Para evitar que seja visto, ele coloca uma carteira roubada no bolso de um vagabundo, sem que ele perceba. Quando a polícia se afasta, o batedor volta para recuperar o dinheiro perdido. O vagabundo foge do batedor e da polícia, entrando, sem querer, no picadeiro […]

leia +
Horários: 18:00h
Sala de Cinema

O Farol

The Lighthouse (R$ 16,00/R$8,00)
2019/ 109′ / Canadá, EUA / Inglês
DCP
Legendado em português
Direção: Robert Eggers

Início do século XX. Thomas Wake (Willem Dafoe), responsável pelo farol de uma ilha isolada, contrata o jovem Ephraim Winslow (Robert Pattinson) para substituir o ajudante anterior e colaborar nas tarefas diárias. No entanto, o acesso ao farol é mantido fechado ao novato, que se torna cada vez mais curioso com este espaço privado. Enquanto […]

leia +
Horários: 20:00h
Sala de Cinema

Synonymes

França/Israel, 2019, 123', DCP
Legendas em português
Direção: Nadav Lapid
R$ 16,00 / R$ 8,00

Um homem israelense desembarca em Paris, determinado a virar costas às suas origens e à sua identidade, com a ajuda de um simples dicionário de hebraico-francês. Um filme inspirado na vida do seu realizador, Nadav Lapid. Leão de Ouro no Festival de Berlim.

leia +